segunda-feira, 17 de junho de 2013

PLANO DE AULA


DISCIPLINA: Língua Portuguesa - Leitura

AULAS PREVISTAS:  6 aulas

CONTEÚDO E TEMAS:  Elementos da narrativa

COMPETÊNCIAS E HABILIDADES: texto narrativo (crônica), descritivo, reconhecer elementos da narrativa e da descrição.

ESTRATÉGIAS: leitura de texto narrativo, identificação de elementos da narrativa e elementos descritivos no texto narrativo.

RECURSOS:  Texto Avestruz de Mário Prata, dicionários

PROCEDIMENTOS:

  • Entrega dos textos (crônica);
  • Leitura prévia da crônica;
  • Apresentação dos elementos da narrativa :
  1. personagens;
  2. ambiente;
  3. tempo( biológico, cronológico, histórico, psicológico);
  4. ponto de vista ou foco narrativo;
  5. partes do enredo( apresentação ou introdução, complicação, clímax, desfecho);
  6. tipos de enredo ( complexo, simples, orgânico, episódico)
  7. discurso ( direto, indireto, indireto livre).
  8. intertextualidade.
  • Divisão de grupos;
  • execução do trabalho
  • Apresentação dos grupos de trabalho.
  • Considerações do mediador.

domingo, 16 de junho de 2013

Situação de aprendizagem com o texto Pausa, de Moacyr Scliar.

Programa Melhor Gestão, Melhor Ensino
OFICINA 2 – OLHAR APURADO PARA A DIVERSIDADE: 17/05/2013

PLANO DE AULA
CURSO – MODALIDADE: Ensino Fundamental – 6º ano/5ª série.
DISCIPLINA: Língua Portuguesa.
AULAS PREVISTAS: 8 aulas.
OBJETIVO GERAL: explorar, desenvolver e ampliar a capacidade de leitura, a partir de estratégias diversas.
CONTEÚDOS: Técnicas de leitura e interpretação de texto.
TEXTO DE APOIO: Pausa – Moacyr Scliar.
 PROCEDIMENTOS:
1º Ato – Preparação:
  • Dividir os alunos em duplas heterogêneas;
  • Entregar envelopes com partes do texto em desordem, solicitando aos alunos que montem uma sequência com os fatos (tempo cronológico);
  • Checar as hipóteses de montagem dos textos;
  • Fazer a leitura do texto com a omissão do título;
  • Colocar títulos possíveis na lousa e propor a descoberta do correto;
  • Apresentar o título correto e justifica-lo (fuga da rotina pelo personagem);
  • Analisar os elementos da narrativa (personagem, espaço, descrição e tempo psicológico/cronológico).
2º Ato – Intertextualidade:
  • Apresentação do filme Escola de Heróis (descoberta dos talentos, ambiente escolar e contexto de diversidade social).
 3º Ato – Atividades:
  • Propor aos alunos uma produção de texto, em formato de história em quadrinhos, com o seguinte tema: “imagine-se como um super-herói. O que você faria?”;
  • Fazer um concurso para eleger uma capa para o almanaque que será confeccionado posteriormente.
 4º Ato – Socialização:
  • Montar um almanaque da turma com o título: “Almanaque dos Heróis” em versão encadernada para a escola;
  • Digitalizar o almanaque e publicar em um blog da sala ou da escola;
  • Fazer um cartaz de divulgação do almanaque e do blog.

domingo, 9 de junho de 2013

                                   Minha vivência com a leitura

   Desde pequeno sempre tive contato com os livros, meu pai foi um bom leitor e minha mãe até hoje lê ,minha infancia foi ler as historias dos personagens biblicos ,entre muitas leituras  o que achei muito interessante que é considerado por mim o melhor  foi A quarta Dimensão se você não leu fica aqui minha sugestão.O mais recente lido por mim foi  De  volta A cabana.

MINHA HISTÓRIA DE LEITURA E ESCRITA

Minha família não tinha muito contato com os livros, pois os meus pais não frequentaram a escola, mas o meu pai costumava ler para a gente a história do Jeca Tatu, até hoje me recordo de um trecho da história " ... quando o Jeca colocava calçado nos bichos para não terem vermes", o meu pai dizia a mesma coisa para não ficarmos descalços, porque se não teríamos vermes também.
Também adoro ler, dentre os que já li os que mais me marcaram foram: Madame Bovary e Jane Eyre, atualmente estou lendo a Menina que Roubava Livros, mas ainda estou no início.
 
Na primeira série tive uma excelente professora que sempre me elogiava, principalmente quando fazia algo diferente dos demais alunos. Até hoje me recordo de uma frase que escrevi com a palavra fruta." A fruta é saborosa." A professora me chamou para ler a frase lá na frente e explicar o significado da palavra saborosa.

sábado, 8 de junho de 2013

quinta-feira, 6 de junho de 2013

Meu nome é Magda Ap. de Oliveira Prado, lembrança, recordação de leitura foi marcante o processo de alfabetização com a Cartilha Caminho Suave acredito que, toda uma geração foi alfabetizada neste método, vinha com o  alfabeto ilustrado com animais de vá rias espécies, associar imagem a letra.
Mas a leitura significativa foi desenvolvida com uma professora chamada Joselita que que às vezes a encontro forte e com uma excelente memória pois,  lembra-se de mim,  esta professora levava nas  aulas umas cartelas grandes coladas histórias curtas ( contos, crônicas, poesias...) cada aluno escolhia a sua e levávamos para casa e  líamos e no dia seguinte na aula  líamos nossa cartela para sala e trocávamos de cartela e assim íamos lendo, lendo e catalogando as cartelas  de leitura isso correu na 2ª serie . Naquele ano li muito, de cartelas passamos a livrinhos de histórias infantis. Hoje veio a memória as cartelas estavam amarelas, porém nunca rasgadas ou rabiscadas tínhamos o cuidado de preservá-las a professora nunca mencionou nada sobre  o cuidado , mas tínhamos  no inconsciente e  sabíamos da paixão que estamos adquirindo pela leitura. Então entra na  minha vida a série Vaga-lume, porém isso é outra leitura ou melhor outra história.
A partir da série Vaga-lume descobri a aventura viajar muito A ilha Perdida  onde tudo começou que emoção,  a leitura de vida que faço é quando fui fazer graduação foi estudar em uma ilha em Florianópolis talvez o inconsciente  esteja sempre em minhas leituras, a paixão para fazer Letras veio das leituras queria ler obras literárias no original principalmente Don Quijote de la Mancha foi maravilhoso ler em espanhol. Outro fato marcante da leitura em minha vida foi quando ouvi pela primeira vez  a música Romaria e o professor fez uma análise, foi uma leitura dos papeis literários que se formavam, pensei quero também entender o mundo através dessas leituras. O primeiro contato com a leitura  na parte lúdica,  recordo de meus avós ouvindo eu e meu irmão lendo para eles curiosidades da Enciclopédia Trópico. Alguém se  lembra dessa enciclopédia? Foram recortes de leitura.

Minha história de leitura.

Olá pessoal. Vou contar como foi minha vivência com a leitura. Minha mãe e meu pai completaram o segundo grau, ambos fizeram faculdade. Desde quando eu era criança, minha mãe me incentivou muito a ler, pois até hoje ela possui esse hábito diário. Me lembro que meu primeiro livro foi uma edição ilustrada de O Pequeno Príncipe, que tenho guardada até hoje. Esse livrinho vinha também com algumas ilustrações para colorir, tornando a leitura uma brincadeira.
Minha mãe também sempre comentava suas leituras, principalmente da coleção de livros da Agatha christie. Me lembro também que meus pais tinham o hábito de assinar a Revista Veja e, junto com ela, meus pais assinavam gibis do Zé Carioca, Pato Donalds e outros personagens da Disney.
Além disso, no período da escola, tive muitos professores que incentivavam a leitura, propondo resumo de livros e apresentações de seminários.
Hoje, sou muito grato por esse apoio familiar que tive, e percebo que a leitura foi fundamental para tudo na minha vida, desde a vida escolar até a vida acadêmica. Essa paixão por ler é fundamental e é necessário o incentivo aos alunos, que muitas vezes não o possuem em casa.
Bruno Agostinho de Souza

terça-feira, 4 de junho de 2013


              Palavra
Certa palavra dorme na sombra
de um livro raro.
Como desencantá-la?
É a senha da vida
a senha do mundo.
Vou procurá-la.

Vou procurá-la a vida inteira
no mundo todo.
Se tarda o encontro, se não a encontro,
não desanimo,
procuro sempre.

Procuro sempre, e minha procura
ficará sendo
minha palavra.

Carlos Drummond de Andrade, in 'Discurso da Primavera'


Boa tarde!